Autenticar novos usuários em um sistema exige que diferentes validações e comparações sejam realizadas. As informações sobre cada pessoa estão disponíveis em diferentes bases de dados, e essas fontes são os diferenciais para indicar se o indivíduo deve ser validado ou não.

Uma solução de autenticação trabalha com diferentes módulos que ao se integrarem criam uma barreira de segurança para o sistema. Além da garantia de que o usuário que está acessando o sistema é o mesmo de antes e não há riscos à segurança da empresa, há também o processo de recepção/OnBoarding de usuários que até então não tiveram nenhum contato com o sistema, mas têm rastros digitais em outras fontes.

Para esses casos, cruzar os dados do usuário com birôs de crédito, por exemplo, garante o reconhecimento do perfil de quem está acessando, além de avaliar o grau de risco de acordo com as definições de balanceamento.

Outras bases para consulta sobre o usuário no processo de OnBoar podem ser integradas às bases cadastrais usualmente consultadas e, conforme o que for configurado, permitem que a solução autentique as credenciais ou descarte os usuários, salvando inclusive a pontuação obtida nesse processo por cada um e as possíveis observações sobre o usuário.

O processo de autenticação forte que inclui birôs na validação dos usuários também utiliza meios mais usuais para isso, caracterizando a diversidade da solução. O Authfy OnBoard se adapta às demandas e interesses de cada empresa quanto ao workflow de autenticação de novos usuários, podendo realizar esse processo por telefone, SMS, e-mail, entre outros.

Outro risco corrido na validação de novos usuários/dispositivos são os malwares, por isso, o Authfy OnBoard, juntamente com o Authfy Valid, se integra aos principais motores anti-malware e blacklists, elevando a segurança do sistema e garantindo menor risco aos usuários validados.

Quero conhecer a plataforma Authfy

Fale com um especialista



Leave a Reply